Como tornar sua apresentação de pitch ideal

pitch

Por Julia Moraes

As ideias de startups, ao serem apresentadas em um pitch para os investidores, precisam ser bem estruturadas de forma que capte a atenção do investidor e o convença de que o empreendimento é um bom negócio. Nesse sentido, o Pitch é a abordagem mais prática e estratégica para vender a ideia de uma forma persuasiva e agregando valor à ela. Porém, para fazer uma apresentação de qualidade, as empresas ou startups precisam estar bem preparados e com diretrizes claras da forma que eles precisam agir para poder atingir o objetivo de conseguir investimentos. Assim, juntamos algumas dicas de comportamento para a apresentação de um pitch ideal.

Inicialmente, deve-se compreender a importância da primeira impressão que os representantes da startup passam: a visão é o primeiro contato do investidor com o empreendedor e, por isso, o empreendedor deve estar arrumado, passando a impressão de que está preparado e de que está levando a sério o que ele está fazendo. De acordo com a reportagem feita pela FGV IDE – Capital Humano, “a roupa ideal é aquela que transmite as mensagens adequadas à função que o profissional exerce: às vezes de ser criativo, às vezes de passar credibilidade e confiabilidade. ‘Cada área profissional precisa passar uma mensagem diferente: num ambiente mais formal, o look deve ser comportado e discreto, repassando a mensagem de respeito, confiança e credibilidade

Nesse sentido, o empreendedor deve usar roupas formais para passar a primeira mensagem de confiança e credibilidade para o investidor que deseja convencer. Além disso, de acordo com o Guia da Carreira, as roupas devem ser “ Roupas com cores suaves ou neutras (branco, bege, cinza, azul marinho, preto), roupas com modelagens clássicas (terno, blazer, tailleur, camisa e calça social), sapatos de cor escura, sapatos sem salto ou com salto médio e maquiagem leve”.

Para dar continuidade, o apresentador deve manter a confiança em seu trabalho. Esse fator só é adquirido após treinamentos constantes e uma boa estruturação do que vai ser apresentado. O empreendedor deve se preocupar com o seu tom de voz, postura e movimentação corporal: o objetivo é não distrair o investidor do foco, mas ao mesmo tempo, chamar a atenção dele para a ideia apresentada, sempre mantendo contato visual com a plateia. Indica-se também que a apresentação seja aliada a um slide, que possa indicar os pontos principais do projeto e que deixa o visual mais interessante e dinâmico. É importante ressaltar também que o empreendedor deve chegar no horário para a sua apresentação, mantendo a credibilidade e a imagem de responsabilidade que deseja passar.

De acordo com a revista Exame, uma pessoa é capaz de prestar atenção ininterrupta em outra pessoa durante 7 a 10 minutos; Porém, para perder o interesse demora 7 segundos. Dessa forma, é notável a necessidade de atrair o investidor logo nos primeiros momentos de apresentação: caso o pitch seja de 5 minutos, é possível manter o investidor interessado a todo momento, mostrando informações interessantes e demonstrando motivos pelos quais o negócio é interessante para receber investimentos; porém, um pitch mais longo pode ser um desafio. Pitchs mais longos devem ter suas ideias principais apresentadas logo no início, como a ideologia do projeto e seu funcionamento, soluções para as possíveis preocupações dos investidores, informações do público alvo e do setor que a startup deseja entrar. Para gerar interesse na apresentação, existem algumas estratégias como:

  • Tenha frases de efeitos
  • Faça perguntas
  • Mantenha a linguagem simples e a explicação objetiva e compreensível
  • Proponha interações, como criar um desenho ou pensar em algum cenário
  • Conte uma história que se relacione com o projeto

É importante ter em mente a construção da ideia, a cronologia da apresentação das ideias: trazer o problema, a inspiração para a solução, o projeto que soluciona o problema, demonstração de funcionamento, comprovação de viabilidade, conhecimento de concorrentes, escalabilidade do projeto e conclusão. O investidor, ao final da apresentação, deve estar convencido de investir, sem pensar na probabilidade de o projeto dar errado. Um pitch de qualidade faz o interesse superar os riscos do projeto.